Centro de Estudos em Psicologia

Pesquisa:

Textos

Colecionismo: fronteiras entre o normal e o patológico

O colecionismo patológico (CP) é um padrão comportamental caracterizado pelo acúmulo de quantidades excessivas de itens com pouco ou nenhum valor utilitário ou material, com dificuldade para fazer o descarte destes mesmos objetos, resultando, ao longo do tempo, prejuízo da qualidade de vida do indivíduo. O artigo se propõe a: estabelecer a distinção entre o CP e o comportamento de colecionar, validado socialmente; apresentar as classificações atuais do transtorno, suas comorbidades e bases biológicas; descrever topográfica e funcionalmente o CP; apresentar as propostas terapêuticas farmacológicas e enfatizar terapias psicológicas baseadas nos fundamentos teóricos das abordagens comportamental e cognitiva. 

 

Palavras-chave: colecionismo patológico, compulsão, terapia comportamental, terapia cognitiva.

Comentários


Voltar Home